Mortes na tecnologia

Unix

Unix

Steve Jobs morreu. ok. Muita gente escreveu sobre ele, notícias para todos os lados, homenagens reportagens e até provavelmente logo um filme. Eu não estava pensando em escrever nada sobre isso, até que… talvez meio ofuscado pela morte do primeiro, ou talvez por ser simplesmente um nerd genial e não muito um cara da mídia, morre aos 70 anos de idade Dennis Ritchie.
Bom, escreveram bastante coisa sobre os dois – Ritchie em especial, no meio técnico – e isso é fácil de se ver por ai, mas para os leigos em tecnologia, o Steve Jobs inventou o iphone/ipod/mac. Estes todos usam um sistema operacional chamado UNIX. Adivinha quem criou o unix ? Isso mesmo. A grande maioria dos softwares desenvolvidos usam uma linguagem criada por ele, ou alguma derivada da que ele criou (Nos dois casos, junto com outra pessoa).

O primeiro foi de muito destaque na mídia, com suas interfaces gráficas inovadoras e acabamento impecável das máquinas que produziu.
O segundo ficou trabalhando sempre por trás de tudo isso. Ele fez o motor.

Steve Jobs

Steve Jobs

Steve Jobs teve sempre um comportamento perfeccionista e sempre conseguiu fazer uma coisa difícil de ser vista – Inovação em uma empresa fechada. É muito difícil de se ver isso, ainda mais sendo uma empresa que tenta segurar tudo ultra fechado, de forma proprietária e controlada.

Duas pessoas que mudaram o nosso mundo tecnológico se foram. Saiu até uma piada que ano que vem, 2012 será o fim do mundo, então eles estão agora trabalhando na versão 2.0 🙂

Vamos falar sobre algumas coisas que eles deixaram a marca em nós:

1. Padronização e generalização – Essa é uma característica demasiada importante e que não é percebida. A arquitetura do unix permite que ele funcione em diversos aparelhos e consiga ter os mesmos softwares funcionando nessas diversas máquinas.

2. Refinamento e funcionalidade – Se não fosse pelo ipod e pelo MacBook, ainda teríamos celulares grandes, ruins e caros. Nossos laptops teriam baterias que, se muito, durariam 2 horas (ainda tem vários por ai). Para o Jobs, o fútil deveria ser removido e seus aparelhos sempre fáceis, práticos e obras de arte.

3. Poder – A linguagem C, criada por Dennis Ritchie e Brian Kernighan, quebrou uma idéia

Dennis Ritchie

Dennis Ritchie

muito presente na época da sua criação de que a linguagem não poderia deixar que os programadores fizessem bobagem (Linguagem com ponteiros ? O que farão!). A linguagem dele era simples e poderosa. Você tem nela o poder de fazer tudo. Sem bem ou mal implementado, depende de você. Isso permitiu o desenvolvimento de sistemas super complexos, sendo C uma linguagem simples, generalista, extensível e poderosa.

4. Pense diferente – Não é por que todos acham que alguma coisa tem que ser de uma forma, que isso está certo. Para dar um exemplo simples disso, um certo telefone apareceu por ai com um botão só. Isso parece bobagem ? Foi devido a isso que a tecnologia multi-touch foi desenvolvida. Parece bobagem isso ? Temos também tecnologia de consumo de energia e aceleração gráfica para dispositivos móveis desenvolvidas por causa disso, afinal tudo depende de toque e gráfico.

Eles moldaram o mundo tecnológico e o avanço que temos agora e se foram, um nas apresentações e mídia, enquanto o outro quase anônimo ao público, mas os seus legados ficarão ainda por muito tempo.

Isso tudo porque eu gosto muito de Unix e seus derivados  ? Talvez sim 😉

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *